Comentários assuntos diversos

HIGIENE DE BANHEIROS CORPORATIVOS OU PÚBLICOS.

Os equipamentos dos banheiros públicos devem estar sob o mais rigoroso cuidado. Bacias sanitárias, pias e cubas, torneiras, secadores de mãos, maçanetas, precisam estar em perfeitas condições de uso, além

Resultado de imagem para banheiros publicos

do piso e azulejos, que devem estar bem limpos. Limpeza, somente, não significa higienização. É necessário usar após a limpeza produtos desinfetantes que, comprovadamente eliminam as bactérias, germes e fungos. O uso de torneiras automáticas e eletrônicas mais os secadores de mãos, é um fator primordial para a higienização de banheiros públicos. (Veja neste site: Doenças transmitidas em banheiros públicos).

 

>><<<

 

DOENÇAS TRANSMITIDAS EM BANHEIROS PUBLICOS.

Quase diariamente nos deparamos com a situação de ter que utilizar um banheiro público: seja no trabalho, em um shopping ou no bar. Em muitos casos está tudo aparentemente muito limpo e cheiroso, em outros, o banheiro parece um filme de terror. Independentemente da aparência, não podemos nos esquecer de que esses banheiros são utilizados por inúmeros desconhecidos ao longo do dia e pegar uma infecção é mais fácil do que parece. O infectologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Gustavo Johanson, diz que o perigo de sentar-se no vaso sem uma proteção não é tão grande quanto o temor das pessoas. “O perigo de contrair uma doença como o HPV está em encostar os genitais ou a pele com algum machucado no assento, o que não é tão comum”.

Doenças sexualmente transmissíveis, conhecidas como DSTs, estão fora da lista de perigos dos banheiros públicos, pois os micro-organismos que causam as doenças venéreas só sobrevivem no ambiente quente e úmido do nosso corpo – e justamente por isso são sexualmente transmissíveis, passando no contato de um corpo para o outro.

Existe também um higienizador de bolso para as tampas de vaso sanitário, mas é importante que o produto seja referendado pelo órgão máximo de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esses produtos garantem a total limpeza e higienização das tampas e assentos do vaso sanitário deixando-os livres de agentes patogênicos como bactérias e germes causadoras de doenças sem o risco de agredir ou causar reações à pele.

Cada um deixa um pedacinho de si quando vai ao banheiro. E quem está doente não deixa de fazer isso. Os maiores perigos dos banheiros públicos são para quem não lava as mãos, pois pode levar diversas bactérias, vírus e protozoários à boca. Os vírus intestinais que podem causar contaminações quando o banheiro não é limpo adequadamente, podem provocar vômitos, diarreias e desidratação. Existem também as bactérias intestinais, que causam diarreia, febre e sangue nas fezes.

Você já parou para pensar quantas pessoas pegam na tampa do vaso, maçaneta, na descarga e na torneira com as mãos sujas? A solução é não encostar na fechadura da torneira se não for automática, colocando um papel, quando possível e mesmo depois de lavar as mãos, utilizar um álcool em gel, principalmente quem está em um restaurante ou bar, onde irá comer. (Veja neste site: Higiene de banheiros).

 

>><<<

 

PAPEL TOALHA.

Resultado de imagem para PAPER TOWEL.O papel-toalha é um produto descartável feito de celulose e serve para o mesmo propósito de toalhas convencionais, tais como a secagem das mãos, limpeza de vidros e até mesmo para absorver líquidos. Os papeis toalhas são descartáveis, evitando assim o acúmulo de germes.

O primeiro amplamente distribuído na forma do papel toalha foi fabricado em Champaign, Illinois pela MF Wittler Corporation. Os rolos eram produzidos em duas variedades: liso branco ou cor-de-rosa impresso com rosas.

– Para uso em banheiros: papel toalha interfolhado 23×21 – 2 dobras Luxo c/ 1000fls – União Master – PT 1000 FL para dispenser custa de acordo com a qualidade, de R$ 18,00 à R$ 48,00 o pacote – (preços em 05/01/2020)

O secador de mãos Pharus economiza em custos, no mínimo 2 vezes o custo do papel-toalha em relação ao gasto com energia elétrica.

Resumo:

Custo aproximado da energia elétrica para o secador pharus modelo: SM5A
O consumo em média corresponde a 6 Watts/Secagem.
Consumo médio de R$ 0,0048/Secagem x 300 utilizações.
Custo final em 30 dias, R$ 43,00.

OBS.: Para maior conhecimento sobre a economia pelo uso do secador, solicite informações em vendas@pharus.com.br.

 

><<<

 

 

MOTORES ELÉTRICOS BY-PASS E TRUFLOW.

Muito usados em aspiradores de pó, secadores Pharus e sopradores de todos os tipos. São motores de sucção ou de vácuo. Possuem uma turbina acoplada ao motor. Alto rendimento em se tratando de disponibilidade de fluxo de ar.

Elétricos em 110 ou 220 volts. O By-pass solta o ar pelas laterais sem passar pelo motor, usados em aspiradores que sugam ar e água, tem refrigeração separada, no topo do motor. No Truflow o ar passa pelo interior do motor, refrigerando o próprio na saída do ar, muito usado em aspiradores e sopradores. Não aceita a passagem de umidade, podendo queimar.

 

>>><<<

 

Resultado de imagem para ELECTRICAL RESISTANCE IN NICKEL-CHROME WIRE.RESISTÊNCIAS ELÉTRICAS EM ARAME (fio) DE NÍQUEL-CROMO.

As resistências de ni/cr com fio sem blindagem de tubos de aço, é usada nos secadores de mãos Pharus. Esquentam o ar na passagem, em contato com o fio nú e dificilmente queimam. Alta qualidade.

Popularmente conhecida como “ni/cr”, a combinação da resistência de níquel e cromo é altamente utilizada em componentes elétricos, bem como na fabricação de fios de resistências elétricas. A resistência de níquel cromo é composta por espécies de ligas de alta resistividade e trabalham com temperaturas elevadas, na faixa de até 1300°C, além disso, esses produtos possuem também, alta resistência mecânica. E por serem ligas de baixo custo de produção, as resistências de níquel e cromo são encontradas em eletrodomésticos como secadores demãos, torradeiras e ferros de passar, por exemplo.

As resistências possuem a função de transformar energia elétrica em calor e limitar a corrente elétrica em um circuito. Através de seu material opõem-se à passagem de corrente elétrica, causando redução na tensão.

A qualidade de uma resistência de níquel cromo se dá através da liga utilizada na fabricação. Em indústrias, a resistência níquel cromo tem função de realizar o aquecimento elétrico em fornos para cerâmica, tempera, máquinas seladoras, cortadoras de isopor, dobrador de acrílico, estufas elétricas e resistores de derivação para instrumentos de medição. Nesses equipamentos, a temperatura normalmente chega aos 1100°C.

A resistência níquel cromo possui composição química que proporciona uma resistência à oxidação, especialmente sob condições de mudança climática frequente ou grandes variações de temperatura, devido à necessidade do equipamento de realizar o aquecimento e resfriamento constante.

Esses acessórios estão inseridos em moldes, estampos, cilindros, prensas, máquinas para calçados, dentre outros processos específicos.  As resistências de níquel cromo blindadas são utilizadas em indústrias químicas, metalúrgicas, de borracha, de plástico, calçados e muitos outros segmentos.

 

>><<<

 

VALVULA SOLENÓIDE

Resultado de imagem para SOLENOID VALVEA válvula solenoide é um equipamento para muitas utilizações e pode ser aproveitado em diversas áreas. A válvula solenóide nada mais é do que uma válvula eletromecânica controlada, formada por duas partes principais: corpo da válvula e bobina solenóide.

O Corpo da válvula solenóide é composto, além do corpo, pela tampa, mola e diafragma.

Uma válvula solenoide é um dispositivo que libera ou bloqueia o fluxo de um fluido, que pode ser água, ar comprimido/vácuo, gás, óleo e seu acionamento é elétrico. Solenoide nada mais é que o seu tipo de acionamento, ou seja, elétrico.

A válvula solenoide é um componente usado nas torneiras eletrônicas Pharus.